Varejo de móveis e eletrodomésticos cai em maio

O varejo de móveis e eletrodomésticos caiu 3% em maio após crescer em abril. Em relação a maio de 2021, a categoria teve uma queda ainda maior que no mês anterior: 12,6%. Nessa mesma comparação, apenas móveis, de maneira isolada, registrou queda de 9,5%, enquanto as vendas de eletrodomésticos tiveram queda de 14,5%.

No acumulado até maio, ao passar de -6,9% até abril para -8,2% até maio, a atividade mostra intensificação de perda de ritmo. No acumulado nos últimos 12 meses, o resultado foi de -14,3% em maio. Este é o oitavo resultado negativo consecutivo.

Os dados são da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) divulgada pelo IBGE.

Compartilhe: