ONU reduz previsão de crescimento da economia global para 3,1%

A Organização das Nações Unidas (ONU) reduziu a expectativa de crescimento da economia global de 4% para 3,1%, alegando que a guerra na Ucrânia causou um aumento mundial no preço de alimentos e commodities e na pressão inflacionária, o que dificultou a retomada econômica da pandemia de covid-19.

O relatório elaborado pelo Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU (DESA) ainda alertou que o crescimento de 3,1% “enfrenta risco significante de uma intensificação da guerra da Ucrânia e de potenciais novas ondas da pandemia”.

A ONU ainda estima que a inflação global vai aumentar 6,7% neste ano, mais do que o dobro do crescimento médio da inflação entre 2010 e 2020, que foi de 2,9% ao ano.

O cenário fez com que o secretário-geral da ONU, António Guterres, pedisse por uma ação “rápida e decisiva” para garantir um fluxo constante de alimentos e energia no mercado mundial. Ele sugeriu o fim de barreiras de importação e a venda de excedentes para lidar com os preços e “acalmar a volatilidade dos mercados”.

O relatório disse ainda que a guerra da Ucrânia não afeta só o país, mas a Ásia Central e a Europa.

( * ) Com informações do Valor Econômico

Compartilhe: