manifesto-de-entidades-setoriais-em-defesa-da-abdi_14_2717.jpg
07 ago

MANIFESTO DE ENTIDADES SETORIAIS EM DEFESA DA ABDI

A transformação digital é fundamental para aumentar a produtividade, a competitividade e o desenvolvimento do setor produtivo brasileiro. Incentivar soluções inovadoras levam maior eficiência a empresas de todos os portes, da #indústria, comércio, serviços e agricultura. 

Desde sua criação, em 2005, a @abdi.digital desenvolve projetos pilotos, em parceria com os setores público e privado, com capacidade de serem escalados e replicados. As entidades responsáveis por este manifesto afirmam que onde há desenvolvimento industrial há mais justiça social, inclusão pelo trabalho, prosperidade e #economia competitiva.

Portanto, não podemos prescindir da instituição que oferece decisivo suporte a milhões de brasileiros. Leia o manifesto na íntegra:



 



"Brasília, 7 de agosto de 2020



MANIFESTO DE ENTIDADES SETORIAIS EM DEFESA DA ABDI



A transformação digital é fundamental para aumentar a produtividade, a competitividade e o desenvolvimento do setor produtivo brasileiro. Governos de diversos países têm adotado políticas de apoio e incentivo a soluções inovadoras que levam maior eficiência a empresas de todos os portes, da indústria, comércio, serviços e agricultura. Nesse contexto é importante ter organizações que possam contribuir para coordenar o ecossistema produtivo do país, conectando governos e setor produtivo em ações estratégicas de maior efetividade e resultados. 



Durante os últimos anos, muito vem sendo falado a respeito de inovação e transformação digital. Nesse cenário, novas tecnologias são responsáveis por aumentar a produtividade e colocar a inovação no centro de todas as etapas do processo produtivo, sendo parte importante da estratégia de desenvolvimento e crescimento econômico do setor industrial. Para o Brasil não tem sido diferente. Desde sua criação, em 2005, a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) desenvolve projetos pilotos, em parceria com os setores público e privado, com capacidade de serem escalados e replicados. Com os pilotos, a aplicação em maior escala dos projetos ganha mais segurança e alto nível de assertividade. 



A constituição da ABDI ajudou a acelerar ecossistemas de inovação em todo o país, colaborando com o desenvolvimento regional e a redução de desigualdades econômicas e sociais, em uma economia cada vez mais digital. Hoje, a instituição está consolidada, e com os esforços conjuntos das entidades setoriais, tem apoiado os empresários nacionais de todos os portes, especialmente os de pequeno e médio. Atuando sempre em áreas estratégicas por meio de programas de incentivo, investimentos, ações de transformação digital, com players da indústria de diferentes setores.



Hoje a ABDI desenvolve importantes programas, entre eles, o Digital BR, que tem o objetivo de contribuir com a trajetória de transformação digital de micro, pequenas e médias empresas do Nordeste, uma região duramente afetada pela pandemia e que possui milhares de empresas de pequeno porte que vão precisar de apoio na retomada de seus negócios. Cidades Inteligentes, um eixo de atuação que difunde uma visão moderna de conexão de tecnologias com o desenvolvimento das cidades e o bem-estar da população. A ABDI investe em pesquisas e testes em ambiente real de tecnologias para cidades inteligentes, como é o caso do programa de mobilidade elétrica em parceria com o Governo do Distrito Federal. E o Agro 4.0, que tem como foco estimular a adoção e difusão de tecnologias digitais na cadeia produtiva do agronegócio, para aumentar a produtividade no campo. De olho nas futuras tecnologias, a ABDI entende que as redes 5G são habilitadoras da Quarta revolução Industrial. E defende que a indústria possa ter acesso ao espectro, para constituir suas redes privadas, como já ocorre em países como a Alemanha. 



São agendas atuais e que, ao mesmo tempo, olham para o futuro próximo. Instituições com esse olhar são fundamentais para a construção de um setor produtivo competitivo. Durante a pandemia, a ABDI mobilizou toda sua equipe para buscar respostas para a crise. Firmou com o SENAI e Embrapii parceria que permitiu a criação da categoria Missão contra COVID-19 no Edital de Inovação para a Indústria, que está investindo R$ 27,7 milhões em 34 projetos selecionados destinados a prevenir, combater ou tratar os efeitos do novo coronavírus. A Agência também fez parte da força tarefa que uniu governo federal e setor privado para viabilizar a ampliação da produção dos respiradores mecânicos. E integrou a rede coordenada pelo SENAI para consertar respiradores mecânicos e fabricar equipamentos de proteção individual (EPIs).



As entidades setoriais signatárias deste manifesto ressaltam a importância da existência de uma agência de desenvolvimento industrial, para que possamos dar continuidade aos trabalhos de modernizar a indústria brasileira dentro do contexto da Indústria 4.0 e avançar em nossa inserção global com a devida competitividade.



Com os nossos melhores cumprimentos."



 



DOWNLOAD > CLIQUE AQUI


ibá - indústria brasileira de árvores
sebrae
sistema fiep
cni - confederação nacional da indústria
brasilian furniture
apexbrasil
ministérios das relações exteriores
pátria amada brasil