brazilian-furniture-divulga-estudo-de-oportunidadesrussia-e-uzbequistao_14_2788.jpg
14 out

BRAZILIAN FURNITURE DIVULGA ESTUDO DE OPORTUNIDADES: RÚSSIA E UZBEQUISTÃO

O Projeto Setorial realizado pela Abimóvel e Apex-Brasil apresenta dados importantíssimos para a exportação



O "Brasil para o Mundo"é um completo e exclusivo material que aborda, de forma detalhada, o mercado brasileiro de móveis e colchões. Complementando esse trabalho excelente, apresentamos o ESTUDO DE OPORTUNIDADES RÚSSIA E UZBEQUISTÃO, tendo como pano de fundo o mercado do setor e uma análise do desempenho do Brasil como seu parceiro comercial.



Os dados estatísticos apresentados retratam a evolução do mercado nos últimos cinco anos, compreendendo o período entre 2015 e 2019, de forma a permitir análises e projeções sobre o seu crescimento em curto e médio prazos.



Na área restrita do Brazilian Furniture, pode-se encontrar estudo de oportunidade de países como Alemanha, Chile, Colômbia, Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos, México e Peru. O Estudo de Oportunidades UZBEQUISTÃO E RÚSSIA, realizado pela embaixada do Brasil em Moscou, com apoio do Projeto Brazilian Furniture, Abimóvel e Apex-Brasil, também está disponível.⠀



 



ÚLTIMO ESTUDO DISPONÍVEL: RÚSSIA E UZBEQUISTÃO.



Desde 2011, a produção de móveis na Rússia cresceu mais de 62%; em 2019, atingiu RUB 207 bilhões, crescimento de 9% em relação ao ano anterior. 



Apesar do fato de que as sanções ajudaram a manter o crescimento da produção de móveis em termos de moeda local, a desvalorização da moeda nacional em 2014-2016 proporcionou uma redução do mercado em termos de dólares em quase 44,5% em comparação com o período pré-crise de 2013. A estabilização da taxa de câmbio em 2017-2019 permitiu elevar a produção nacional em dólares para mais de US$ 3 bilhões, mas a restauração do patamar pré-crise, considerando as consequências da pandemia, só será possível a partir de 2022.



Atualmente, no mercado moveleiro da Rússia, estão operando cerca de 14 mil empresas, das quais cerca de 5 mil são indústrias. As  maiores capacidades de produção de móveis estão concentradas nos Distritos Federais Central e Volga (cerca de 25% do número total de fabricantes).



Já no Uzbequistão, existem mais de 1.500 empresas de fabricação e montagem de móveis, componentes, painéis derivados de madeira e outros materiais para marcenaria, 500 delas foram estabelecidas em Tashkent. Atualmente, mais de 700 mil pessoas trabalham na produção de produtos moveleiros.



Segundo as estatísticas, o volume de produção de móveis no Uzbequistão aumentou quase 10 vezes: de 164,1 bilhões de soums (US$ 16 milhões) em 2010 para 1,695 trilhão de soums (US$ 165 milhões) em 2018. Em janeiro-novembro de 2019, a produção superou 1,896 trilhão de soums (US$ 184,7 milhões).    



Os líderes na área de produção de móveis na república são a capital e 5 regiões - Tashkent, Fergana, Samarkand, Namangan e Kashkadarya. Eles respondem por mais de 80% de toda a produção de móveis do país.



Segundo estatísticas oficiais, as importações de mercadorias do grupo NCM 94 (móveis, mobiliário médico-cirúrgico; colchões, almofadas e semelhantes; aparelhos de iluminação) em 2019 somaram US$ 549,5 milhões, mostrando crescimento de 121% em relação a 2018.





 



Faça parte do BRAZILIAN FURNITURE - Clique aqui e saiba mais



Para acessar o estudo completo, acesse a área restrita no site brazilianfurniture.org.br



MÓVEIS, O NOSSO NEGÓCIO.


ibá - indústria brasileira de árvores
sebrae
sistema fiep
cni - confederação nacional da indústria
brasilian furniture
apexbrasil
ministérios das relações exteriores
pátria amada brasil