abimovel-e-apex-brasil-comemoram-resultados-da-visita-de-importadores-e-imprensa-internacional_14_1295.jpg
01 ago

ABIMÓVEL E APEX-BRASIL COMEMORAM RESULTADOS DA VISITA DE IMPORTADORES E IMPRENSA INTERNACIONAL

A ABIMÓVEL - Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário, entidade nacional do setor, trouxe ao Brasil da semana de 22 a 26/07 uma comitiva de 26 compradores internacionais com interesse no mercado brasileiro de móveis para participar do Projeto Comprador ABIMAD’28. Juntamente com o grupo de compradores, foram convidados jornalistas especializados das mais prestigiadas revistas e portais internacionais de decoração e design, a saber, Domus, Design Diffusion, Elle Decor e Bauwel



O Projeto Comprador reuniu as indústrias brasileiras do setor de móveis, bem como importadores de diversos países de todos os continentes. Os empresários e jornalistas cumpriram uma agenda intensa de visitas a indústrias brasileiras, a indústria de móveis e ao Studio da Ete Carmonal, à CASACOR SP e à feira Abimad, organizada pela Associação Brasileira das Indústrias de Móveis de Alta Decoração.



Tanto o Projeto Comprador com os importadores como o Projeto Imagem, com jornalistas internacionais, fazem parte do projeto Brazilian Furniture, uma iniciativa da ABIMÓVEL e da Apex-Brasil - Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, com o objetivo de  aumentar as exportações e a visibilidade de indústria brasileira de móveis no mercado internacional por meio de um conjunto de ações estratégicas de internacionalização. 



Maristela Longhi, presidente da ABIMÓVEL comenta: “Foi uma programação muito produtiva para as empresas brasileiras e importadores. Esperamos colher ótimos resultados de negócios nos próximos meses. Porém, um dos principais ganhos é a proximidade que o Programa promove entre empresários brasileiros e importadores para a construção de relacionamentos duradouros”. Paulo Silva, coordenador da Gerência de Exportação de Indústria e Serviços da Apex Brasil, complementa: “A exemplo do que vem acontecendo desde o início do Projeto, a parceria com a ABIMÓVEL vem superando as metas de geração de negócios para o setor de mobiliário nacional, ampliando a exposição da indústria nacional junto aos principais mercados mundiais.”



Durante coletiva com a imprensa internacional na feira Abimad, Maristela enfatizou que a indústria moveleira nacional utiliza a melhor tecnologia do mundo com equipamentos provenientes da Itália e da Alemanha. “Temos hoje no Brasil quase 20 mil fabricantes de móveis com faturamento anual de R$ 68 bilhões. As exportações respondem por uma parcela de apenas 4% o que demonstra o grande potencial do setor.  A criatividade, a biodiversidade, a qualidade e o design brasileiros, sem dúvidas, são nossos principais diferenciais competitivos e é justamente o que estamos mostrando para o mundo por meio do Brazilian Furniture, que desenvolvemos com a Apex Brasil.”



Ela se mostra otimista com a aprovação do acordo entre a União Europeia e Mercosul pelos legislativos dos países envolvidos. “Teremos um ambiente de negócios ainda mais favorável para a exportação de móveis”, lembrou. 



Na opinião da presidente da ABIMÓVEL, o grande desafio, não somente para o Brasil, mas para as empresas de qualquer setor em todo o mundo, é atender as exigências dos novos consumidores. “As novas gerações têm uma visão de mundo e valores diferentes. Eles priorizam a praticidade, a economia e a sustentabilidade optando muitas vezes por ambientes menores e integrados. Temos que nos reinventar para lidar com as mudanças.”



Paulo Silva reiterou que a questão da biodiversidade brasileira é relevante, já que a sustentabilidade é fator decisivo na tomada de decisão de consumidores de todo o mundo. “A ABIMÓVEL e a Apex Brasil foram pioneiras em firmar um acordo com o Pacto Global da ONU. Por sua vez, a indústria brasileira de móveis utiliza madeiras certificadas pela Forest Stewardship Council (FSC Brasil), uma organização independente, não governamental, sem fins lucrativos, criada para promover o manejo florestal responsável ao redor do mundo.



“Estamos capacitados a atender mercados diversos, com produtos de diferentes estilos, inovadores, sustentáveis e destinados a consumidores de todas as faixas de renda. Temos as bases necessárias para ampliar significativamente as exportações de móveis nos próximos anos”, disse o representante da Apex Brasil.



Para médio e longo prazos, a Agência acredita que a parceria com a ABIMÓVEL tem um futuro promissor. “Ainda temos muitas empresas brasileiras que deverão ingressar no projeto Brazilian Furniture para aumentar sua participação nas exportações.”



Michel Otte, presidente da Abimad, durante a coletiva, complementou: “A maior parte dos expositores da feira trabalha com designers brasileiros, o que é um movimento recente na história do setor e que vem ganhando força. A madeira é a principal matéria-prima utilizada pelos fabricantes de móveis de alta decoração e um importante diferencial na nossa indústria já que usamos madeira certificada.”



Imprensa internacional elogia iniciativa



A depender das avaliações das jornalistas convidadas ao Projeto Imagem da ABIMÓVEL e Apex Brasil, esta edição do Projeto contribuiu decisivamente para promover um novo olhar sobre a indústria brasileira de móveis. 



Laura Maggi, da Elle Decor Italia, comentou que, a despeito de já conhecer vários nomes do design brasileiro, o encontro na Feira da Abimad com os representantes da ABIMÓVEL, Apex Brasil e Abimad, trouxe uma percepção mais clara do impacto do setor de móveis do País e da sua capacidade de atender diferentes mercados. 



Francesca Arceboni, da Domus (Itália), apreciou conhecer empresas de alto nível, como Etel e Ornare, que se conectam com as empresas do mercado europeu. A feira da Abimad chamou sua atenção por reunir num mesmo espaço os segmentos de móveis, decoração e paisagismo. “No exterior as feiras são especializadas por ambientes – domésticos e corporativos – e por setores. A realidade brasileira é diferente e bastante interessante no aspecto de integração.”



Segundo ela, o Brasil tem materiais de alta qualidade com pedras incríveis como mármores e madeiras muitos especiais. “Aliar o componente artesanal com as definições técnicas, na composição do mobiliário de alto nível, é importante. O design brasileiro já é percebido pela diversidade de cores e a criatividade dos materiais.”



Susanne Glade, da Bauwelt (Alemanha), disse que a vinda pela primeira vez ao Brasil superou todas as suas expectativas. “Já tive contato com o setor brasileiro na Feira de Milão, mas esta imersão na indústria e na cultura brasileiras foi muito rica. Conhecer a história do setor de mobiliário brasileiro foi surpreendente.”



E acrescenta: “vejo como importante aspecto a considerar o direcionamento para os consumidores mais jovens, entendendo o que desejam e consomem; bem como os investimentos em matérias-primas de alto nível e sustentáveis com melhorias do ponto de vista técnico.”



Roberta Mutti, do DDN Blog (Itália), também se mostrou impressionada com o que viu. “A indústria moveleira brasileira tem um grande potencial. O mercado tradicional é muito duro, é difícil competir dentro dele. O problema real é que, embora o Brasil tenha uma longa história no design e no segmento moveleiro, ainda precisa ser mais conhecido no exterior.”



Cândida Cervieri, diretora executiva da ABIMÓVEL e responsável pela organização geral do evento, observou que, mais uma vez, a indústria do mobiliário nacional representada pela entidade cumpriu sua missão de conectar empresários nacionais, compradores internacionais e a mídia estrangeira. “Mostrar a força desta indústria e sua competitividade no mercado internacional, projetando nossa imagem no exterior, tem sido motivo de orgulho para um setor inovador e representativo para a economia nacional como o de móveis.”


ibá - indústria brasileira de árvores
sebrae
sistema fiep
cni - confederação nacional da indústria
brasilian furniture
apexbrasil
ministérios das relações exteriores
pátria amada brasil