Indústria da construção registra queda no ritmo de crescimento em outubro

A Sondagem Indústria da Construção, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostra desaceleração em dois indicadores importantes para o setor: atividade e emprego. O índice de evolução do nível de atividade da indústria da construção passou de 53,4 pontos para 50 pontos em outubro de 2022. Esse indicador varia de 0 a 100, e dados acima de 50 pontos indicam crescimento, abaixo desse valor, queda. Como ficou exatamente na linha divisória, a atividade mostrou-se estável entre setembro e outubro.

“A estabilidade na atividade da construção ocorreu após sequência de quatro meses de altas significativas e o emprego cresceu muito pouco, mas cresceu. Ainda temos dados elevados apesar da desaceleração. Mas as expectativas indicam que, nos próximos meses, seguiremos com um ritmo menor de expansão, até mesmo com uma possível queda da atividade e do emprego em algum mês”, avalia o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo.

A Utilização da Capacidade Operacional da construção não variou, permanecendo em 68% pelo quarto mês consecutivo. É o mais elevado nível de utilização da capacidade operacional na construção para um mês de outubro desde 2013.

Veja o estudo completo:
Sondagem Indústria da Construção – Out.2022.pdf 

 

 ( * ) Com informações da CNI
Compartilhe: