Empresários do setor moveleiro do Paraná conhecem o PDCIMob

Projeto da ABIMÓVEL e do SEBRAE para fomentar pequenos negócios foi apresentado em Francisco Beltrão e Cascavel

 

O Projeto de Desenvolvimento, Competitividade e Integração da Indústria do Mobiliário foi apresentado para dois importantes centros produtivos do mobiliário paranaense – Francisco Beltrão e Cascavel – em eventos presenciais que ocorreram nos dias 24 e 25. Realizado pela Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (ABIMÓVEL) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), o PDCIMob visa a desenvolver a competitividade de micros e pequenos negócios da cadeia de valor do segmento em todo o país.

A partir dele, as empresas participantes terão acesso a subsídios organizados relacionados a três trilhas estratégicas – inteligência setorial e digital; melhoria da competitividade; e aproximação comercial –focadas em excelência em gestão, promoção comercial, desenvolvimento digital e de design e inovação. “É uma oferta muito interessante para os pequenos moveleiros, pois trabalha desde a gestão até os processos de inovação e os principais problemas que eles enfrentam: os processos produtivos que precisam ser trabalhados de forma constante”, analisa Emerson Cechin, consultor de negócios do SEBRAE em Francisco Beltrão.

Ele destaca a estruturação do PDCIMob como forma de oferecer o que as pequenas indústrias precisam para ganhar competitividade. “O projeto trabalha os pilares de gerenciamento de gestão e traz um olhar de mercado, que é muito relevante e importante, traz a conexão com negócios, design e inovação, então ele abrange todos os pontos essenciais da competitividade dos pequenos negócios da área moveleira”, comenta.

Apresentação em Cascavel 

Em Cascavel, a apresentação já rendeu adesões de empresas paranaenses ao PDCIMob. “Até este momento, não tínhamos nada em específico para o setor moveleiro. Esse projeto veio ao encontro das necessidades que o empresário tem e precisa de ajuda a fim de solucionar”, comemora Edson Braga da Silva, consultor do SEBRAE-PR em Cascavel.

Ele também salienta a importância dos objetivos do PDCIMob. “É um projeto que traz muitas soluções. Todo empresário precisa estar sempre muito ligado na parte de gestão, de inteligência estratégica e de promoção comercial. Inserção digital e inovação, também, pois temos que estar sempre buscando alternativas para nossas empresas. Da mesma forma, a competitividade e a produtividade chama muito a atenção dos empresários, além da atuação em rede. Isso é muito importante, temos que atuar dessa forma”, reforça Silva.

Além de empreendedores de Cascavel, estiveram presentes empresários das cidades de Capitão Marques e Terra Roxa. “Para os participantes, será uma jornada de transformação, uma vez que a iniciativa ajudará a desenvolvê-los digitalmente, amparando-os na tomada de decisão, na potencialização de negócios e na inserção de novos conceitos e formas de produção e na atuação em rede, envolvendo toda cadeia produtiva”, diz o Presidente da ABIMÓVEL, Irineu Munhoz.

O Paraná concentra pouco mais de 2,5 mil empresas moveleiras e de colchões, conforme dados do Brasil Móveis 2021, Relatório Setorial da Indústria de Móveis no Brasil, encomendado pela ABIMÓVEL junto ao IEMI. A produção do Estado, a terceira maior do país, foi de 62,3 milhões de peças em 2020, respondendo por 14,4% do total fabricado no país pelo setor. 

O evento de apresentação do PDCIMob em Francisco Beltrão contou com o apoio do Sindicato das Indústrias Madereiras e Moveleiras do Sudoeste do Paraná (SINDIMADMOV). Em Cascavel, foram parceiros o Sindicato das Indústrias da Madeira e do Mobiliário do Oeste do Estado do Paraná (SINDMADEIRA), a ACIME, a ACIPA, a Prefeitura de Capitão Leônidas Marques, a ACIC e o Grupo Moveleiro ACIC. Em ambos os municípios houve o apoio do SEBRAE-PR. As apresentações foram conduzidas pelo gerente de Projetos da ABIMÓVEL, Willian Casarim.

Compartilhe: