Consumo interno de painéis de madeira cai 18,7% no primeiro trimestre, segundo IBÁ

O consumo interno de painéis de madeira (aglomerado / MDP, MDF e hardboard) caiu 18,7% no primeiro trimestre de 2022 em relação a igual período no ano passado, segundo a IBÁ (Indústria Brasileira de Árvores).

As vendas consolidadas no mercado interno brasileiro atingiram 1,66 milhão de m³ nos primeiros três meses deste ano, contra 2,02 milhões de m³ no primeiro trimestre do ano passado.

Em contrapartida, nota-se crescimento nas exportações de painéis brasileiros, em especial para os países vizinhos. Os valores das exportações de chapas no primeiro trimestre atingiram US$ 120,3 milhões. Valor que representou um aumento de 53,4% comparando-se a igual período em 2021, quando exportou-se US$ 78,4 milhões na categoria.

A América Latina foi o principal mercado regional de exportação de painéis derivados de madeira fabricado no Brasil, com o equivalente a US$ 66,6 milhões em valores nominais, representando aumento de 40,8%.

O mercado norte-americano, a exemplo do que se vê no setor de móveis prontos, também continua crescendo em importância, com US$ 39,0 milhões e um forte aumento de 64,6% em relação aos meses de janeiro a março de 2021.

Quando falamos em volume, o aumento é de 34,5%. Foram exportados pelos fabricantes brasileiros de painéis de madeira o montante de 452 mil m³ no primeiro trimestre de 2022.

Compartilhe: