Circuito Paranaense do Mobiliário começa amanhã em Arapongas

Começa amanhã (18), o Circuito Paranaense do Mobiliário, no polo moveleiro de Arapongas (PR). O evento, que vai até o dia 05 de fevereiro, será dividido em duas etapas e surge com a proposta  de promover um grande encontro de lojistas que poderão realizar negócios diretamente em mais de 30 fábricas de móveis.

Desde seu lançamento, o circuito vem gerando expectativa por seu perfil inovador de exposição em showrooms tanto dentro das fábricas como em áreas comerciais da cidade. Caravanas de diversas partes do País já estão confirmadas para a primeira edição, segundo o Sindicato das Indústrias de Móveis de Arapongas, o SIMA, que organiza o evento. 

Etapas: Circuito Paranaense do Mobiliário

As duas primeiras semanas serão dedicadas aos negócios, com os fabricantes recebendo os lojistas em seus showrooms. Empenhando-se em gerar resultados para ambas as partes. Durante duas semanas, os lojistas vão passar pelo CAV, que é o Centro de Apoio do Visitante, instalado no Senai. Lá terão uma apresentação prévia das empresas participantes. Dali, em transporte disponibilizado pela organização, eles seguirão para as fábricas”, explica José Lopes Aquino, presidente do SIMA. “A ideia é usar a estrutura do CAV e principalmente das próprias indústrias para encantar esses clientes. Gerando, assim, um ambiente para bons negócios e abrindo novos horizontes para o nosso segmento.”

Na terceira semana serão desenvolvidas ações voltadas à comunidade. “Nessa etapa, algumas empresas receberão visitas programadas, abrindo suas portas para os estudantes. A ideia é que os jovens cresçam conhecendo melhor o potencial do parque moveleiro da cidade onde vivem. Assim como as oportunidades de trabalho que ele oferece. Além disso, outras ações serão realizadas em conjunto com o Senai, em uma apresentação de como funciona o processo na indústria de móveis, desde a fase de pesquisa e desenvolvimento, passando pela engenharia e pela produção”, acrescenta Aquino.

Importante apontar que o Circuito Paranaense do Mobiliário é um projeto que visa não só fortalecer as indústrias de móveis locais, mas também integrar o turismo de negócios e atividades diversas sob a narrativa da Capital Moveleira do Estado do Paraná. Arapongas tem o maior polo moveleiro do estado, movimentando mais de R$ 2,6 bilhões por ano e gerando mais de 10 mil empregos diretos.

Compartilhe: