Acordo entre o Mercosul e a União Europeia: Declaração Conjunta do Conselho de Câmaras de Comércio do Mercosul e da Eurochambres

O Conselho de Câmaras de Comércio do Mercosul (CCCM) e a EUROCHAMBRES¹, espaços que reúnem organizações empresariais de comércio e serviços dos países membros e associados do Mercosul (Mercado Comum do Sul) e da União Europeia, respectivamente, expressaram publicamente o apoio das instituições à assinatura do Acordo entre os dois blocos regionais.

Tal respaldo, segundo comunicado assinado pelas organizações, baseia-se na crença de que o Acordo gerará um aumento significativo do fluxo comercial, consolidando a participação de empresas sul-americanas e europeias nos respectivos mercados. Acelerando, ainda, o processo de transferência de tecnologia e aumentando a competitividade das economias dos países membros. Dessa forma, estabelecendo vínculo estratégico, político, cultural e econômico permanente entre os dois blocos, o que facilitará o acesso a bens, serviços e investimentos por meio da redução e eliminação de restrições.

O CCCM e a EUROCHAMBRES, já conscientes de que os passos esperados para a consolidação do Acordo estão atrelados à garantia do cumprimento dos padrões e normas produtivas expressos no texto já aprovado, aderem ao propósito de apoiar as ações que forem adequadas a alcançar condições qualitativas com vista a avançar rapidamente no processo de assinatura e implementação do acordo entre o Mercosul e a União Europeia.

¹ Embora a EUROCHAMBRES seja signatária, deve-se notar que esta declaração não representa a posição da CCI França.

*Com informações da CCCM e da Eurochambres

Compartilhe: